Teatros e Museus do Recife

O Museu e o Teatro possui a missão de preservar, recolher, pesquisar, registrar, divulgar e expor o acervo relativo à história.

Dezoito de maio de 1850: a então província de Pernambuco entra numa nova fase de sua vida cultural, com a inauguração do Teatro de Santa Isabel após dez anos de obras. Onze de novembro de 2002: o Teatro de Santa Isabel reabre suas portas depois de sete anos de reformas, voltando a ser referência e opção de espaço para grandes espetáculos.

O Teatro de Santa Isabel √© hoje um dos 14 teatros-monumento do pa√≠s reconhecidos como Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional, t√≠tulo que ganhou em 1949. Sua hist√≥ria tem p√°ginas repletas de √≥peras, dramas, concertos, com√©dias, torneios de orat√≥rias, solenidades c√≠vicas e pol√≠ticas, bailes, festas e jantares. O Santa Isabel foi durante muito tempo o palco do Recife, em todos os aspectos: pol√≠ticos, sociais e culturais.

Em 152 anos de exist√™ncia, o teatro j√° passou por tr√™s reformas. A mais recente come√ßou h√° sete anos e consumiu recursos da ordem de R$ 8,5 milh√Ķes. A arquitetura neocl√°ssica do in√≠cio do s√©culo XIX est√° agora aliada √† modernidade. A reforma fez uso da tecnologia que permitiu inova√ß√Ķes na estrutura do teatro e no conforto para os espectadores. A arquitetura original est√° preservada, mas novos recursos tecnol√≥gicos foram implantados.



Entregue novamente à população pela Prefeitura do Recife, o Santa Isabel alia tradição e modernidade na vida cultural da capital pernambucana. Do hall aos camarins, do palco às galerias, o local abriga surpresas como a cafeteria que, com seu design de época, transporta os visitantes a uma agradável viagem no tempo.







Temos ainda os seguintes teatros:

      - Teatro Barreto Junior
      - Teatro Apolo
      - Teatro do Forte
      - Teatro Santa Maria
      - Teatro do Parque
      - Teatro José Carlos C. Borges
      - Teatro Hermilo Borba Filho
      - Centro de Artes da UFPE - Teatro Milton Bacarelli
      - Teatro de Bonecos Lobatinho
      - Teatro Waldemar de Oliveira
      - Teatro Joaquim Cardozo
      - Teatro Derby


Museu da Cidade do Recife

O Forte das Cinco Pontas, construído pelos holandeses em 1630, é o símbolo da resistência holandesa. Hoje, a construção, localizada no bairro de São José, chama a atenção em dois aspectos: o primeiro é que o local abriga, desde 1982, o Museu da Cidade do Recife, e o segundo e mais curioso é que, apesar do nome, o Forte possui apenas quatro pontas, resultado de uma reconstrução feita após a guerra que expulsou os europeus do Brasil.



O museu destaca-se por conter em seu acervo documentos iconogr√°ficos de extrema import√Ęncia para preserva√ß√£o da hist√≥ria urbana e social do Recife. A mem√≥ria cultural da capital pernambucana √© representada atrav√©s de cerca de 150 mil imagens e de pe√ßas provenientes de antigas resid√™ncias e da Igreja do Senhor Bom Jesus dos Mart√≠rios, j√° demolida.