Recife

Capital de Pernambuco, Recife é o portão de entrada brasileiro, é um dos maiores centros de cultura, de serviços, saúde e lazer do Nordeste.

Fundada em 1537, a cidade de Recife nasceu de uma colônia de pescadores, seu nome tem origem de um enorme recife de corais que protege a sua costa, criando assim uma das mais belas piscinas naturais. Conhecida como a “Veneza Brasileira” em virtude da grande quantidade de pontes na cidade, Recife é cortada pelos rios Capibaribe e Beberibe.



Começando o passeio pelas cidades irmãs Recife e Olinda, é possível ver duas realidades distintas. Mais novo, com 471 anos, o Recife tem dois anos a menos que Olinda, porém se desenvolveu mais rápido por causa do comércio dos mascates. Já Olinda guardou consigo um teor bucólico e uma riqueza cultural incomparável.



A Veneza Brasileira faz jus ao nome e, mesmo sem oferecer passeios de gôndola aos visitantes, é capaz de encantar com o balanço de suas águas. Exemplo disso é o imperdível passeio de catamarã pelo Rio Capibaribe, que fornece ao visitante um outro olhar sobre a cidade. Saindo do Cais das Cinco Pontas ou do Marco Zero, em pouco mais de uma hora o passeio percorre, entre outros locais, as pontes da cidade, a Ilha de Santo Antônio, a Península de Brasília Teimosa e o Parque das Esculturas do artista plástico pernambucano Francisco Brennand.



Em terra firme, o ideal é começar o passeio pelo Marco Zero, ótimo ponto de partida para conhecer o Bairro do Recife ou Recife Antigo, como também é conhecido, com seus casarões seculares tombados pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Devido à proximidade do porto, o bairro foi refúgio dos primeiros judeus que chegaram ao continente americano e abriga a primeira sinagoga das Américas, a Kahal Zur Israel.